segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

das confraternizações



gosto de encher a cara de amigos. beber até a última gota das companhias que escolhi. deixar o filtro em casa e esperar que as palavras solucem de noite. assuntos que coram os sóbrios, as freiras, as virgens, os reprimidos. gosto de presentes com shots de criatividade. ganhei uma Barbie, a segunda de toda a minha vida, loira como eu, de vestido e com um laço. ganhei uma pulseira romântica, porque amigos não esperam que você seja nada além do que você é. gosto de saber que não preciso dos presentes. só deles.


dessa vez, não falamos sobre o edifício em que moraremos juntos, na ressaca da juventude. a verdade é que eu espero sempre que possamos repetir, aos setenta, oitenta, noventa, cem, essa embriaguez coletiva que nos ataca quando nos encontramos.

nós sorrimos. e chegam a pensar que somos apenas dentes arreganhados. mas sabemos que quando a porta da sala bate e ficamos a sós, as paredes talvez discordem. o nosso coração discorda. o lenço de papel, os diários, o celular, o chuveiro sabe a profundidade de cada um.

somos muitos. mas juntos, alegres essencialmente.

12 comentários:

  1. O melhor texto do blog de férias até agora #fato

    ResponderExcluir
  2. Que texto lindo Pri!
    Lindo presente de Natal para seus amigos!
    Feliz Natal :D

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto Pri, muito propício para uma véspera de Natal!

    Feliz Natal :))

    ResponderExcluir
  4. Que beleza, hein?
    Lágrimas nos olhos... É hora de procurar meus amigos e aproveitar melhor a existência deles!
    Obrigada e feliz Natal, Nicolielo! =)

    ResponderExcluir
  5. "gosto de encher a cara de amigos. beber até a última gota das companhias que escolhi. deixar o filtro em casa e esperar que as palavras solucem de noite. assuntos que coram os sóbrios, as freiras, as virgens, os reprimidos."

    Amei esse texto! <3
    Beijão Pri.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, AMEEEEEEEEEI, pri! Sensacional, só isso.

    ResponderExcluir